skip to Main Content

São Paulo e a reabertura de espaços culturais

São Paulo E A Reabertura De Espaços Culturais

A cidade de São Paulo entrou na fase verde da pandemia e permitiu a reabertura de 60% da capacidade máxima de salas de cinema, teatros, museus, bibliotecas e outros espaços culturais geridos pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo. De acordo com Sérgio Sá Leitão, secretário de Cultura e Economia Criativa, a reabertura está autorizada desde terça-feira, 13 de outubro.

No caso dos cinemas, o governo estadual indicou a possibilidade de reabertura desde a primeira semana de agosto, assim que a cidade completasse quatro semanas na fase amarela, mas o momento foi adiado para a fase verde. Entre as instituições autorizadas à reabertura, estão a SP Escola de Teatro, Memorial da América Latina, Casa das Rosas, Casa Guilherme de Andrade, Casa Mário de Andrade, Memorial da Resistência, Museu do Futebol, Pinacoteca, Sala São Paulo, Biblioteca São Paulo, Biblioteca Villa Lobos, Museu da Casa Brasileira, MIS (Museu da Imagem e do Som), Museu de Arte Sacra, Paço das Artes, EMESP Tom Jobim, Oficinas Culturais, Fábricas de Cultura, Museu Afro Brasil, Museu Catavento, Museu da Imigração e Theatro São Pedro. Dos equipamentos vinculados à Secretaria, os situados na cidade de São Paulo foram os últimos a terem as atividades liberadas.

Saúde em primeiro lugar

Todo o processo de reabertura dos espaços culturais segue os protocolos definidos pela OMS (Organização Mundial da Saúde), Centro de Contingência do Covid-19 e prefeituras locais. E aí vão algumas dicas para você curtir um rolê cultural responsável: as exposições “Pelé 80 – O Rei do Futebol”, no Museu do Futebol, e os “OSGEMEOS: Segredos”, na Pinacoteca, estão prontinhas para te receber a partir do dia 15 de outubro.

Protocolos de segurança

Além da redução para 60% da capacidade máxima, no caso de eventos com mais de 600 pessoas, é necessária uma autorização especial da Secretaria Municipal de Licenciamento, distanciamento do público de 1,5 metro, sinalizações no piso, corredores com espaçamento de 2 metros para permitir a circulação de pessoas e criação de comunicados visíveis ao público sobre as medidas de segurança e higiene adotadas.

Os ingressos passaram a ser todos digitais, por meio de conferência visual ou leitores óticos, sem contato manual do atendente, já os fraldários permanecem fechados, assim como áreas de espera, com o intuito de não exceder a permanência do público no local. E, claro, o uso de máscaras por TODOS ainda é a principal forma de cuidar de si e dos outros, além da desinfecção diária dos locais e disponibilização de álcool em gel 70% para todos os visitantes.

Por último, mas não menos importante, vale lembrar que o uso de elevadores é exclusivo para pessoas com deficiência ou dificuldade de locomoção. Então, bora aproveitar pra se exercitar um pouquinho! 😉

Readaptação

No caso da reabertura dos teatros e casas de espetáculo, ficam proibidas sessões de fotos com artistas (aí está mais um motivo pra se cuidar direitinho: poder conhecer os artistas que tanto admiramos, o quanto antes!); as interações entre público e atores no palco também devem ser evitadas. Além disso, as apresentações podem ser realizadas sem máscara, desde que seja respeitado o distanciamento mínimo de 6 metros da plateia.

Anota aí

Fiquem atentos: os teatros e casas de espetáculo deverão abrir 1 hora antes do início de cada sessão para evitar a formação de filas. Já os museus devem limitar as visitas em grupo a 10 pessoas, sempre em exposições que não exijam toque.

E aí vai um presente para os estudantes: as bibliotecas devem oferecer informações sobre o acervo de forma digital, para acesso via celulares e tablets. Em caso de obra física, deve ser folheada individualmente e encaminhada diretamente à área de quarentena pré-determinada por 48 horas após leitura.

Impactos na cultura

Segundo pesquisa realizada pela FGV (Fundação Getúlio Vargas) e encomendada pela Secretaria Estadual de Cultura, a área cultural foi um dos setores mais prejudicados pela pandemia da Covid-19.

Com a necessidade de isolamento social, atividades culturais foram suspensas, o que impactou diretamente projetos em andamento, a manutenção de postos de trabalhos e a garantia da renda para profissionais que atuam em todo o país. Quanto a isso, vale lembrar que o setor de economia criativa corresponde a 2,64% do Produto Interno Bruto (PIB), sendo responsável por 4,9 milhões de postos de trabalho. E não dá pra fugir: aqui no Brasil, a criatividade tá no sangue!

Por dentro das novidades

Por isso, para te deixar por dentro da reabertura dos espaços culturais em São Paulo, fizemos uma relação com informações específicas dos locais. Então, bora aproveitar um pouquinho (mas sempre com consciência) 😉

*SP Escola de Teatro*

Quando reabre: 13 de outubro

www.spescoladeteatro.org.br

*Memorial da América Latina*

Quando reabre: 13 de outubro

Horário de funcionamento: das 11h às 15h

www.memorial.org.br

*Casa das Rosas*

Quando reabre: 14 de outubro

Horário de funcionamento: das 12h às 16h

Exposições: Arteletra em Trânsito e Estrutura Explodida: vidobra de Haroldo de Campos

www.casadasrosas.org.br

 

*Casa Guilherme de Almeida*

Quando reabre: 14 de outubro

Horário de funcionamento: das 12h às 16h

Exposições: 100 anos de Sóror Dolorosa

www.casaguilhermedealmeida.org.br

*Casa Mário de Andrade*

Quando reabre: 14 de outubro

Horário de funcionamento: das 12h às 16h

Exposições: Mário & Alphonsus revisitados

http://www.casamariodeandrade.org.br/home

 

*Museu do Futebol* 

Quando reabre: 15 de outubro

Horário de funcionamento: das 13h às 19h

Exposição: Pelé 80 – o Rei do Futebol

https://museudofutebol.org.br/

 

*Pinacoteca de São Paulo – Pina Luz*

Quando reabre: 15 de outubro

Horário de funcionamento: das 14h às 20h

Exposição: OSGEMEOS: Segredos

www.pinacoteca.org.br

 

*Memorial da Resistência de São Paulo*

Quando reabre: 15 de outubro

Horário de funcionamento: das 12h às 18h

Exposição: Orgulho e Resistências: LGBTs na ditadura

www.memorialdaresistenciasp.org.br

*Sala São Paulo*

Quando reabre: 15 de outubro

Horário de funcionamento: das 19h às 21h15

Atividades: Concerto Osesp (Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo)

www.salasaopaulo.art.br

 

*Biblioteca Parque Villa-Lobos*

Quando reabre: 16 de outubro

Horário de funcionamento: das 11h às 15h

www.https://bvl.org.br

*Biblioteca de São Paulo*

Quando reabre: 16 de outubro

Horário de funcionamento: das 11h às 15h

www.bsp.org.br

*Museu da Casa Brasileira*

Quando reabre: 16 e outubro

Horário de funcionamento:  das 11h às 15h

Exposições: Casas do Brasil: Conexões Paulistanas e Urbanismo Ecológico 2020 www.mcb.org.br

*MIS – Museu da Imagem e do Som*

Quando reabre: 16 de outubro

Horário de Funcionamento: das 11h às 17h

Exposição: John Lennon em Nova York por Bob Gruen

www.mis-sp.org.br

*Museu da Arte Sacra de Sã Paulo*

Quando reabre: 16 de outubro

Horário de funcionamento: das 10h às 16h

Exposições: “Nós da Etiópia – Recortes de uma viagem” – Fotografias Daniel Taveira

www.museuartesacra.org.br

*Paço das Artes*

Quando reabre: 16 de outubro

Horário de funcionamento: das 12h às 18h

Exposição: Limiares, de Regina Silveira

www.pacodasartes.org.br

*EMESP Tom Jobim*

Quando reabre: 19 de outubro

www.emesp.org.br

 

*Oficinas Culturais*

Quando reabre: 19 de outubro

www.oficinasculturais.org.br

 

*Fábricas de Cultura*

Quando reabre: 20 de outubro

www.fabricasdecultura.sp.gov.br

*Museu Afro Brasil*

Quando reabre: 20 de outubro

Horário de funcionamento: das 11h às 17

Exposições: Heranças de um Brasil Profundo e 150 anos do poema Navio Negreiro, do poeta Castro Alves

www.museuafrobrasil.org.br

*Museu Catavento*

Quando reabre: 21 de outubro

Horário de funcionamento: das 10h às 16h

Exposições: Astronomia, Terra, Vida e Engenho

www.cataventocultural.org.br

*Museu da Imigração*

Quando reabre: 22 de outubro

Horário de funcionamento: das 11h às 17h

Exposição: Migrar: experiências, memórias e identidades

www.museudaimigracao.org.br

 

*Theatro São Pedro*

Quando Reabre: 1º de novembro

Horário de funcionamento: às 17h

Espetáculo: ópera O Telefone, de Gian Carlo Menotti)

www.theatrosaopedro.org.br

 

*Museu do Café (Santos/ SP)*

Aberto desde: 20 de agosto

Horários Funcionamento: das 11h às 17h

Atividade: Visita guiada

www.museudocafe.org.br

*Museu Felícia Leirner e Auditório Claudio Santoro (Campos do Jordão/ SP)*

Aberto desde:  5 de setembro

Horário de funcionamento: das 10h às 16h

Exposição: Acervo de Felícia Leirner

www.museufelicialeirner.org.br

*Museu Casa de Portinari (Brodowski/ SP)*

Aberto desde: 5 de setembro

Horário de funcionamento: das 10h às 16h

Atividade: Visita guiada pela história e trajetória do renomado artista brasileiro Candido Portinari

www.museucasadeportinari.org.br

*Museu Índia Vanuíre  (Tupã/ SP)*

Aberto desde: 3 de outubro

Horário de funcionamento: das 10h às 16h.

Exposição: Ató Jagí Burum Krenak – Tecendo Saberes do Povo Krenak

www.museuindiavanuire.org.br

 

Clique aqui para conferir mais posts sobre cultura e economia criativa.

Redação: Thábata Bauer

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *