skip to Main Content

Produção Original Cult Cultura

Produção Original Cult Cultura

Desde que a gente decidiu mudar a linha editorial da Cult Cultura, comecei a selecionar mais os eventos que frequento. Antes, a gente “meio que” (entre aspas, mesmo) fazia uma agenda cultural, então eu me sentia na obrigação de ir a tudo que me convidavam. Se eu não conseguisse, ficava com aquele remorso: “Será que lotou? Será que eu tinha que ter ido pra prestigiar? Será que vou me arrepender pra sempre?”. Aí quando eu ia e não curtia o que tinha assistido, ou então se não desse tempo de escrever (porque, né, a gente custa a admitir que o dia tem 24 horas), também vinha aquela cobrança interna de não ter produzido conteúdo.

Agora a Cult Cultura não é mais um site de agenda/dica cultural (tandan!). Site de agenda/dica tem um monte e posso provar (não agora; depois faço um post com dicas de dicas, sem ser post de dicas). E a gente não quer competir com os grandões, fazendo a mesma coisa que eles. Sabemos que o público especializado nos conhece e reconhece, mas o que a gente chama de “grandões” são aqueles sites que atingem o público em geral, que tem milhões de pageviews e mais milhões de investimentos.

Resolvemos, então, relembrar Kafka e acreditar que “para atingir a grandeza, o homem blog deve necessariamente passar por sua própria pequeneza”. Voltamos a ficar mais perto de vocês, nos reconhecendo como blog, falando sobre o que frequentamos, sim, mas não em um tom de dica ou crítica. É um tom de compartilhamento, de diálogo, de reflexão.

Em vez de um menu com todas as expressões artísticas, resumimos os temas em 3 tópicos:

  • Economia Criativa: é meio difícil explicar o que vai ter aqui sem cair no clichê. Então acompanhem 😉
  • Contos: aqui o Leo (e, eventualmente, eu) vai postar seus textos ficcionais que, em breve, estarão em livro;
  • Crônicas: aqui, eu (e, eventualmente, o Leo) vou postar minhas reflexões sobre a vida, que é isso que geminianos fazem.

Não poderia faltar um item dedicado para as webséries do nosso canal do Youtube, que tem gerado um burburinho bem legal, especialmente entre a galera chófen. Terá também um item para os podcasts, que estão em fase de produção e logo, logo estarão no ar. Pois é, aumentaram os tipos de mídia que iremos produzir. É que nossa pequenez tem mania de grandeza.

Continuarei indo a eventos, mas agora sem tanta pressão. Os espetáculos, cabines de cinema, inaugurações, etc, irão compor um repertório de referência para que eu possa produzir conteúdos cada vez mais originais em texto, vídeo e áudio pra vocês. Pode ser que tenha mais conteúdo do que antes, pode ser que tenha menos, mas a produção vai ser 100% original Netflix.

A primeira ação que faremos dessa produção original Cult Cultura (já começamos, em caráter experimental) vai ser o conteúdo focado em eixos temáticos. Em agosto, falamos sobre Atualidades; em setembro, falamos sobre Cultura Alemã; em outubro, estamos falando sobre cultura urbana; em novembro, abordaremos a economia criativa; e, em dezembro, cultura chinesa.

Pra saber de tudo isso, segue a gente no Insta (http://instagram.com/cultcultura), se inscreve no canal (http://youtube.com/cultcultura) e venha sempre aqui nos visitar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top