skip to Main Content

Latíbulo: Escrever é Terapia. Publicar é Coragem

"Latíbulo: Escrever é Terapia. Publicar é Coragem." é o primeiro livro de contos e crônicas lançado pela Carbono 60, de autoria dos criadores de conteúdo Leonardo Cássio e Thais Polimeni, sócios há 10 anos da Cult Cultura. Os contos de Leonardo Cássio estão reunidos na parte "Latíbulo" do livro, com temas que envolvem família, traumas, experiências espirituais, política e viagem. Thais Polimeni, na parte "Escrever é Terapia. Publicar é Coragem", apresenta suas crônicas com um olhar empático e reflexivo sobre situações cotidianas, falando sobre amizade, família, viagem, resoluções de Ano Novo, política, religião e futebol. São dois livros em um, que contam ainda com prefácio do escritor Jailson de Almeida, na parte "Latíbulo" e da cronista e dramaturga Andréa Martins na parte "Escrever é Terapia. Publicar é Coragem". Há ainda…

Leia mais
Três Imagens Uma Ao Lado Da Outra: Uma Ilustração De Um Celular Com Um Mapa Na Tela, Um Foto De Uma Tela De Cinema Com Carros Na Frente, No Drive-in E Uma Foto Do Figurinista Fabio Namatame Com Máscara De Proteção

Economia Criativa na Pandemia

Além de nos ajudar a passar a quarentena de um jeito menos sofriiiido, com série, livros, filme, música, etc, a Economia Criativa tem tido um papel muito importante tanto no controle do aumento da pandemia quanto na criação de novas possibilidades para o entretenimento. Selecionei três ações ligadas à Economia Criativa que comprovam a importância do desenvolvimento dessa área para a manutenção da saúde física, emocional e financeira da população (vou bater sempre nessa tecla. Saúde é uma área sistêmica e o investimento deve ser contínuo, não apenas quando surgem epidemias). Para saber mais sobre os profissionais da Economia Criativa, não perca a nova temporada da websérie "Profissões da Economia Criativa", disponível em nosso canal do Youtube: clique aqui para conhecer essa galera incrível! Inovação no entretenimento Inovação não é…

Leia mais
Uma Pintura De Paulo Freire, Sentado Na Grama, Com As Pernas Cruzadas, Uma Rosa Na Mão E Apoiado Sobre Uma Pilha De Livros

Quem foi… Ou melhor: Quem é Paulo Freire?

Para infelicidade da maioria dos brasileiros, vivemos em um país que não dá bola para educação, pesquisa e ciência. A pandemia demonstra, de maneira trágica, o que acarreta não haver investimento (não são gastos) nessas áreas. O Ministério da Educação, uma das principais pastas do país, não possui direção, políticas consistentes e é submetida a diversas situações constrangedoras, já que o encarregado se preocupa em falar bobagem ao invés de trabalhar de maneira competente, o que é uma contradição para um governo que se dizia composto por técnicos escolhidos meritocraticamente. Aham. Assim como elegeram "comunismo, Cuba e as vacinas" como grandes inimigos da nação, elegeram Paulo Freire como responsável pela má qualidade educacional do país. O ex-patrono da educação brasileira, reverenciado em dezenas de países do mundo, especialmente nos amados…

Leia mais
Editais-Cultural-Banco-do-Brasil-Cargill

Editais para projetos: Banco do Brasil e Cargill

Na live que fizemos ontem, 22 de abril, no nosso perfil do Instagram (segue a gente aqui), falamos sobre os editais do Banco do Brasil e da Fundação Cargill, que receberão projetos de diversos segmentos nesse primeiro semestre, para realização a partir de 2021. Você pode (re)assistir no nosso canal do Youtube (vídeo no final do post) e, caso tenha alguma dúvida, é só comentar por lá! Acesse aqui, também, a primeira live que fizemos, sobre o edital da Petrobrás, do Itaú Cultural e do Prêmio Marielle Franco. Banco do Brasil O edital completo do Banco do Brasil, você pode acessar aqui. Os valores dos projetos não são mencionados, mas sugerimos seguir a tabela da Lei Federal de Incentivo à Cultura. Aqui nesse link da Secretaria Especial da Cultura, há…

Leia mais
Foto Em Preto E Branco, Mostra O Contorno De Um Homem De Costas, Assistindo A Uma Tela Com Chuvisco

A Pandemia no Cinema Mundial

A pandemia do Covid-19 vai modificar praticamente tudo o que há neste mundo. Talvez não mude a ignorância de algumas pessoas, mas aí é torcer para que milagres existam e aconteçam. Quem está passando por profundas modificações é o mercado cinematográfico. Com bilhões de pessoas em casa, os serviços de streaming explodiram em valor de mercado e número de assinantes. Com tanta gente consumindo diversos produtos audiovisuais, dentre eles centenas de milhares de filmes, fica a pergunta: o que é cinema? É arte ou entretenimento? Crítica ou público? Questões antigas sobre as quais não tenho a menor intenção ou competência em debater. Para isso, existe farta literatura e o trabalho de pessoas como a Bárbara Demerov para te ajudar (veja entrevista que fizemos com ela aqui) A questão que trato…

Leia mais
Uma Mão Segundando Um Celular, Um Laptop Aberto E Outra Mão Segundo Uma Xícara De Café. Em Cima Dessa Foto Em Preto-e-branco, Os Dizeres: Editais Culturais E Linhas De Crédito Para Economia Criativa

Quarentena: Editais Culturais e Linhas de Crédito para Economia Criativa

Em tempos de pandemia, as lives se tornaram uma excelente ferramente de produção de conteúdo. É claro que dá medo de abrir a geladeira e pular uma live de lá, mas nos rendemos à moda e decidimos fazer uma live sobre dois assuntos que muito nos interessam - e, consequentemente, acreditamos que possam interessar ao nossos seguidores e leitores: Editais Culturais e Linhas de Crédito para Empreendedores da Economia Criativa. Essa é a nossa primeira live sobre o assunto. Como há mais editais abertos,  estamos nos programando para fazer lives semanais, então siga nosso perfil do Instagram (@cultcultura), que postaremos lá as datas e horários. Para facilitar o acesso aos links mencionados no vídeo, relacionamos cada um dos temas apresentados, incluindo um resumo e as páginas oficiais, para mais informações.…

Leia mais
Ebook Gratuito Dicionario De Palavras Engraçadas

Grátis: Baixe o e-book “Dicionário de Palavras Engraçadas”

Estamos muito felizes em participar do projeto "Dicionário de Palavras Engraçadas - Algumas Estranhas, Outras Curiosas", de autoria do escritor Jailson de Almeida (saiba mais sobre o autor aqui), com quem trabalhamos no projeto "Mais Coisas Sobre Outras Coisas de A a Z" (acesse o site aqui). O Jajá tem colocado seu talento de escritor à disposição do público infantojuvenil há alguns anos e, para escrever o Dicionário de Palavras Engraçadas, ele se dedicou com bastante afinco. O resultado são 228 poemas que contam, de maneira lúdica, o significado de palavras como cafuné, esdrúxula, inzoneiro e quiquiriquiqui, todas ilustradas pelo experiente João Spacca. O projeto, realizado pelo Lei Federal de Incentivo à Cultura, com patrocínio do Grupo Sotreq e Top Taylor, permitiu a impressão de 2.500 unidades do Dicionário, sendo…

Leia mais

Quando a Economia Criativa Gera Transformação

No mês de novembro, a Thais e eu resolvemos colocar, como tema especial no canal, a Economia Criativa. Publicamos vídeos sobre o blog, sobre produção de podcasts, já que acabamos de lançar As Minas Gerais, o primeiro da casa; fizemos dois vídeos sobre nosso livro, um no MZ e um CNPY, além de um vídeo sobre webséries e um sobre projetos. Resolvemos usar nossas experiências para contar um pouco sobre Economia Criativa. Eu sempre respondo, ao ser questionado, que EC é um termo que pode ser tanta coisa que, se não tomar cuidado, passa a não significar nada. Sabe aquele tipo de pergunta difícil: o que é arte? O que é museu? O que é cultura? São tantas coisas que não há uma definição exata. Explicamos neste vídeo o conceito…

Leia mais
Foto-dea-loher-primeiro-plano

“Texto literário vive da ambivalência”

Se tem uma coisa em que a gente mergulhou esse ano foi a cultura alemã. E tudo isso graças aos maravilhosos do Goethe-Institut São Paulo, que nos encomendaram uma série de vídeos sobre dramaturgia contemporânea alemã, pra divulgar o evento Dramatik!, que eles realizam na sede do Instituto. Para isso, lemos seis textos de dramaturgos contemporâneos da Alemanha e fizemos a série "Dramaturgia Alemã", que você pode conferir aqui. O último texto do ano será "Ladrões", da dramaturga Dea Loher. Quando pegamos para ler esse texto, há a expectativa de que aborde roubos, furtos ou até mesmo corrupção. A história, porém, é sobre o cotidiano de pessoas comuns, que pode representar o leitor, seus familiares e amigos. Durante a leitura de "Ladrões", surgem algumas dúvidas e muitas reflexões (afinal, é…

Leia mais
Back To Top